3º Escritos suspeitos – INSCRIÇÃO DE TRABALHOS

Na década de 60, Dick Higgins, pioneiro na reflexão sobre a intermidialidade, utilizou o conceito de intermídia para designar um fenômeno que observava tomar forma a partir da década de 50 através de obras artísticas que não se conformavam nos limites de uma arte específica, tais como a pintura, a escultura, o teatro ou a dança. Falava, assim, da poesia concreta, da poesia sonora, dos happenings etc. No campo da arte de massa, tal experimentalismo era, se não inexistente, raro. No entanto, se pensarmos não as obras em si, mas o gênero como um todo, a narrativa criminal, o horror e a ficção científica, por exemplo, mostravam-se já no começo do século XX, profundamente marcados pela Intermidialidade. Dessa forma, o dito romance policial dividia seu público com os filmes de crime, com os ecos do teatro melodramático, as histórias de rádio e as crônicas policiais dos jornais, entre outros. Hoje, os estudos intermídia já expandiram o conceito para além do foco exclusivamente nas artes fronteiriças, pensando processos diversos que incluem uma ou mais mídias, tais como transposições, combinações e referências intermidiáticas (RAJEWSKY, 2012).

Desse modo, hoje é difícil pensar o gênero criminal sem lembrar de obras definitivas em suportes muito diversos, tais como o film noir, as police procedural americanas e – por que não? – os familiares jogos de tabuleiro Detetive e Scotland Yard. Unem-se, ainda a esses, uma miríade de jogos digitais de investigação e de crime, e mesmo experiências interativas reais como as produzidas pela CluedUpp ao redor do mundo. O Brasil não fica para trás, tendo já em 1908 Os estranguladores, baseado no famoso crime da Rua da Carioca. Revistas como a Archivo vermelho (1917-20), faziam circular crônicas policiais ao lado de contos traduzidos e comentários sobre a violência da cidade. O Teatro de Mistério, série de radiodramaturgia criminal, ficou no ar na rádio nacional por três décadas, dos anos 50 aos 70.  E hoje já contamos com uma ampla gama de séries criminais, tais como Carcereiros, Irmandade, Bom dia, Verônica e a recente Dom.

Buscamos, diante disso, trabalhos que dialoguem com o gênero criminal – entendido aqui como um gênero amplo onde se encaixam obras diversas em que o crime, seus atores, causas, consequências e reflexões servem como elemento central, do mais tradicional romance detetivesco oitocentista ao torture horror contemporâneo – priorizando uma perspectiva intermidiática, ou seja, colocando em diálogo a tradição literária da narrativa criminal com obras do gênero em outros suportes, tais como o cinema, a TV, o streaming, o jornal, o teatro, a fotografia, as mídias digitais etc.

Eixos temáticos:

– A tradição detetivesca

– Novos caminhos da narrativa criminal

– Crime, Estado e sociedade

– Crime e história

– Crime e psicologia

– Crime, sátira e humor

– O gótico criminal

– Hibridismo: narrativa criminal e outros gêneros

As comunicações devem ser pensadas para quinze minutos de duração, com possibilidade de uso de suporte visual via compartilhamento de tela.

FAZER INSCRIÇÃO

Etiquetas , , , ,

6 comentários sobre “3º Escritos suspeitos – INSCRIÇÃO DE TRABALHOS

  1. Gostaria de fazer inscrição no evento. Sou aluna de literatura da UFF

    1. Oi, Viviane, tudo bem? Para fazer inscrição de trabalho, é só acessar https://forms.gle/G8HnuQiTteb13qZt6 e submeter sua proposta. Caso queira participar apenas como ouvinte, não será necessário inscrição, uma vez que as sessões serão transmitidas pelo YouTube. Qualquer dúvida, ficamos à disposição.

  2. Olá! O resumo deve ter um máximo de caracteres ou palavras? Quais sãos as recomendações em termos de formato: tipo e tamanho de fonte, espaçamento, etc. Desde já agradeço

    1. Olá, Wellington! O resumo deve ser submetido através do formulário indicado no link da postagem. Lá estão discriminados os limites e as informações necessárias. Como é feito pelo próprio formulário google, não há configuração de fonte e espaçamento.

  3. Olá ,alguém sabe informar se os trabalhos enviados já foram selecionados? Se não, os aprovados receberão contato por email?

    att

    1. Olá, Henrique. Como a prorrogação das inscrições acabou ontem, estamos tirando o dia para organizar tudo. Amanhã todos os inscritos receberão um e-mail de retorno. Obrigado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *