Hélio do Soveral e o Teatro do mistério

Aproveitando nossa primeira live na página Escritos Supeitos, no Facebook, trazemos hoje um site para apresentar um pouco da obra desse autor que, apesar de pouco lembrado hoje, é uma peça fundamental da literatura de crime no Brasil. Graças aos esforços de Dagomir Marquezi, temos no site Teatro de Mistério uma recuperação dos episódios do programa radiofônico homônimo que perdurou por décadas na rádio Nacional.

“Helio do Soveral (1918-2001) foi o maior escritor pop do Brasil. Autor de roteiros de cinema (Este Mundo é um Pandeiro), livros de bolso (K O Durban, Spectre), livros infanto-juvenis (Os Seis, Missão Perigosa, A Turma do Posto 4). Soveral foi o criador da história policial brasileira com seu Inspetor Marques, da (fictícia) Polícia Judiciária. A partir do início da década de 1960, o inspetor Marques virou o protagonista do Teatro de Mistério, transmitido pela radio Nacional do Rio de Janeiro. Com a morte do ator Rodolfo Meyer, Marques foi substituido pelo inspetor Santos, interpretado por Domício Costa. Santos tinha dois auxiliares cômicos, Minoro e Susi. O Teatro de Mistério foi um imenso sucesso até o início dos anos 1980, preservando a arte do radio teatro para novas gerações. Seu elenco era uma garantia de qualidade artística. Felizmente mais de 300 episódios foram preservados e serão apresentados neste site com comentários e ficha técnica. Esta iniciativa da DMP faz parte das comemorações do centenário de Helio do Soveral, em 2018. Novos episódios serão acrescentados regularmente” Dagomir Marquezi.

Ver o site

Etiquetas , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *