Confeccionando ficções criminais: os arquivos e a literatura de crime (Ana Gomes Porto)

Este artigo investigará questões referentes à pesquisa de fontes literárias no que concerne à literatura de crime no Brasil a partir da década de 1870, quando circularam os primeiros livros de crime de forma massificada. Serão avaliados métodos de pesquisa e as formas de compreensão desta literatura. Pretende-se traçar um panorama do trabalho do historiador com fontes literárias relativas às obras que circulavam e faziam sucesso e não ao cânone estabelecido pela história literária.

Para ler o artigo na íntegra, clique aqui.

(*) Este ensaio foi publicado originalmente na revista História social, n. 22/23, 2012. Republicamos aqui, com autorização do autor, com fins puramente acadêmicos.

Etiquetas , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *